O jogo do macaquinho (não, não estamos falando de Donkey Kong Country): Congo’s Caper!

Sabe aquele jogo do macaquinho? Qual, Donkey Kong?

É inevitável não vir de imediato o gorila mais famoso dos video games na mente quando esta pergunta é feita. Mas no Super Nintendo, um outro personagem primata fez bonito, trazendo um divertida e desafiadora aventura: Congo’s Caper!

Conhecido no Japão como Tatakae Genshijin 2: Rookie no Bōken é um jogo de plataforma e aventura desenvolvido pela Data East como um spin-off da série de jogos Caveman Ninja, conhecido como Joe & Mac nos Estados Unidos. Foi lançado em 1992 em terras nipônicas e 1993 na América do Norte e Europa.

Ficha Técnica

Nome: Congo’s Caper.

Produtora: Data East.

Gênero: Plataforma/Aventura.

Ano: 1992 (Japão).

Número de jogadores: até 2 alternados.

O Jogo

Enredo

Um grupo de macacos estava reunido, quando duas esferas vermelhas caem do céu sobre dois deles, transformando-os em humanos. Os demais se assustam e fogem. Ao que tudo indica, os afetados pelos objetos “mágicos” são um casal. Em seguida, um ser maligno aparece e ataca Congo, que se torna um macaco novamente, levando sua namorada em seguida. Uma nova esfera cai sobre ele, fazendo-o humano pela segunda vez. A aventura começa quando Congo decide resgatar sua parceira, Congette.

Características

A princípio, é preciso saber que Congo’s Caper se divide em 3 cenários base. São eles:

  • Prelúdio: São as cinco primeiras fases, sendo a última dentro do estômago de um Tiranossauro (lar do vilão do jogo e não está no mapa).
Mapa do Prelúdio
Resultado de imagem para congos caper  stage 1
Fase inicial do jogo
  • Main Game: São quatro áreas com 4 fases cada. Sendo elas: o Palácio Ninja, o Navio Viking, o Vale Assombrada e o Vale Tecnológico. Existem ainda 10 fases secretas nesse cenário.
Mapa do Main Game
  • Rei maligno: Após derrotar cada um dos chefes do Main Game, Congo é levado para o último estágio, o lar do rei maligno que raptou sua namorada.
O rei maligno vive dentro de um Tiranossauro
Resultado de imagem para congos caper  last stage
Batalha final contra o rei maligno

Inicialmente, após ver os slides com o enredo do game, o jogador é levado para o primeiro estágio do Prelúdio. Passando pelas quatro fases deste cenário, Congo enfrenta pela primeira vez o vilão que sequestrou sua namorada, resgatando-a. O rei maligno, não satisfeito, a rapta novamente, mas agora reúne um grupo de quatro seres malignos para dificultar a vida do herói, que certamente tentará resgatá-la novamente! Aqui começa o segundo estágio do jogo, o Main Game.

Bando do rei maligno, os quais são chefes do segundo cenário do jogo, o Main Game.

É possível escolher em qual das 4 áreas desse cenário jogar, ou seja, o jogo não segue uma ordem pre-estabelecida em sua programação. Claro, alguns níveis são mais difíceis que outros. Aliás, a dificuldade é um fator importante aqui. Congo’s Caper é mais desafiador que muitos dos jogos do gênero, o que acabou interferindo em sua popularização. Como o Main Game é uma etapa importantíssima no jogo, veremos-o mais detalhadamente a seguir, de acordo com a numeração da imagem abaixo. Como não há um nome específico dentro do game para cada área, irei tratar cada uma por nomes definidos por mim.

1 – Palácio Ninja

Congo atravessará plataformas voadoras, cavernas, um reino rodeado de lava e finalmente, o palácio do ninja pre-histórico recrutado pelo rei maligno. Os inimigos aqui são homens das cavernas, pterodátilos, ninjas e algo com um vírus de cor avermelhada.

Chefe do Palácio Ninja.

2 – Navio Viking

O herói atravessará fases sub-aquáticas, com água que aumenta e diminui seu nível, até chegar ao navio viking, onde enfrentará o mestre dessa área. Os inimigos variam entre pterodátilos, peixes e vírus (melhor definição que encontrei!)

Chefe do Navio Viking.

3 – Vale Tecnológico

Congo atravessará plataformas sobre um vale totalmente coberto por fogo e lava, até encontrar um cientista pré-histórico e suas engenhocas mecânicas. Os inimigos variam entre homens das cavernas e pé e em veículos de madeira (como os Flintstones), além de pterodátilos mecânicos, assim como muito fogo!

Chefe do Vale Tecnológico.

4 – Vale Assombrado

O homem macaco, aqui, atravessará um vale sombrio, repleto de armadilhas e seres do além, até chegar ao castelo do chefe dessa área, que se assemelha a um vampiro. Os inimigos variam entre homens pré-históricos, fantasmas e chamas voadoras vivas.

Chefe do Vale Assombrado.

Após passar por esse cenário (Main Game), Congo será levado para dentro do Tiranossauro, lar do Rei Maligno, em seu último desafio para resgatar sua namorada. O chefe aqui possui três formas:

Devil Boss
Forma 1
Resultado de imagem para congos caper snes sprite
Forma 2
Resultado de imagem para congos caper snes sprite
Forma 3

Na tela do jogo, no centro superior há três quadros brancos com o texto SLOT, acima, inicialmente vazios. Obtendo-se o item pedra azul (vide seção Itens), cada quadro será preenchido com uma figura aleatória. Caso forme uma trinca de figuras iguais, Congo ganha um item (ou não!). Como já mencionado, o jogo possui uma dificuldade elevada. Talvez para compensar isso, Congo’s Caper possibilite obter muitas (muitas mesmo) vidas. É possível coletá-las pegando-se o item referente a elas (cabeça do Congo, vide seção Itens), coletando 100 diamantes amarelos pequenos, 2 diamantes amarelos grandes ou a cada rubi vermelho, após a barra de energia estar cheia. Os estágios estão repletos desses itens, além das fases secretas, repletas de diamantes amarelos pequenos. Essas áreas bônus podem ser encontradas localizando um pterodátilo avermelhado nas fases.

Estágio bônus


O jogo conta com um modo para dois jogadores alternados similar ao de Super Mario World. O progresso do jogador é armazenado através do sistema de Passwords. A cada chefe derrotado, alguns macacos aparecem na tela e dançam, mostrando seus… bumbus alaranjados. É uma das cenas mais divertidas deste game.

Dança dos macacos após a derrota de um chefe

O Personagem

O jogo é iniciado com Congo na forma humana. Nesta momento, ele pode acumular energia em até três barras. Caso tome dano e perca todas, volta a sua forma original, como um macaco.
Nesta forma, caso seja atingido, perde uma vida. Caso pegue o item esfera vermelha (será descrito na seção Itens), é transformado novamente em humano. Caso o personagem esteja com a energia completa, torna-se Super Congo. Nesta fase, além de ficar brilhando, pode saltar mais alto e “planar” enquanto cai.

Nas três formas, Congo utiliza uma clava pre-história para acertar os inimigos. Alguns inimigos podem ser golpeados e empurrados contra outros em todas as formas do herói. Ele também pode dar um salto e cair de barriga sobre os adversários.

Sprites de Congo Macaco
Sprites de Congo Humano

Os Itens

Alguns itens podem ser coletados durante o game. São eles:

  • Diamante pequeno: vale 1 ponto. A cada 100, ganha-se uma vida.
  • Diamante grande: vale 50 pontos. A cada 2, ganha-se uma vida.
  • Rubi: transforma Congo em humano. Se pegar 3, ele vira Super Congo.
  • Cabeça do Congo: vale uma vida.
  • Pedra azul: dá um slot para receber qualquer item.

Passwords

Navio Viking detonado
Vale Tecnológico detonado
Vale Assombrado detonado
Estágio Final
Main Game

Aspectos Técnicos

Gráficos

Os gráficos não surpreendem, mas também não comprometem. Sprites simples, porém bem desenhados. Os cenários são bons e com muitos elementos. Os inimigos basicamente são os mesmos, com cores variadas e, o que é interessante, com movimentos diferentes. Podem aparecer andando, arrastando, montados em outros inimigos, tirando aquela carga exaustiva de animações repetitivas.

Trilha Sonora

Este, talvez seja o ponto mais fraco em Congo’s Caper. As faixas são repetitivas e sem emoção, exceto a dos chefes, que é mais elaborada e animada. Os sons, com o desenvolver do jogo podem ficar chatos. Uma pena, poderiam ter trabalho melhor nesse quesito. Uma pena! Data East fez um excelente trabalho neste quesito em Side Pocket, também em 1993.

Jogabilidade

A jogabilidade é simples e os comandos tem respostas satisfatórias. Um diferencial aqui é que pode se interagir com os inimigos, usando os como trampolins, plataformas e até arremessá-los (alguns) contra outros, como uma bola de boliche. Basicamente o personagem se movo, salta e utiliza sua clava. Pode-se também dar um salto especial e cair de barriga sobre os inimigos.

Considerações Finais

Quando se fala de jogo do macaco para o Super Nintendo, é quase unanimidade vir Donkey Kong Country na mente. Mas Congo’s Caper representou e garantiu a diversão de quem buscava um bom jogo de plataforma. Embora sua dificuldade seja um puco mais elevada que seus concorrentes do gênero, está quase sempre nas litas dos jogos mais divertidos do console. Bons gráficos, trilha sonora mediana e jogabilidade simples compõe este desafiador e curioso game.

Resultado de imagem para congos caper snes end

Fontes:  https://snestalgia.blogspot.com/2013/01/analise-congos-caper-snes.html#.XDDF_VVKi01,https://mirrors.pdp-11.ru/_sprites/www.retrogamezone.co.uk/images/sprites/snes/

Gostou? Compartilhe com seus amigos!

Readers Comments (1)

  1. https://waterfallmagazine.com
    Wonderful, what a website it is! This webpage provides valuable data to us, keep it up.

Leave a comment

Your email address will not be published.


*